Serra da Canastra – Dia 01

Posted: April 10, 2012 by Natália Almeida in Hiking, Photography, Português, Training
Tags: , , , , , , , , ,

Já vou logo avisando que 2 dias é pouco para conhecer tudo o que tem dentro do parque mas é o suficiente para se apaixonar.

O Parque Nacional da Serra da Canastra possuí 71.525 hectares demarcados e está presente nas cidades de Sacramento, São Roque de Minas e Delfinópolis em Minas Gerais. Você pode entrar no parque por uma das 4 portarias (São Roque de Minas/São João da Canastra/Sacramento/Casca D’Anta) e é cobrada a taxa de R$6,50 por pessoa. O parque está aberto a visitação das 8H às 18H. Você pode ir com o seu carro mas o estado das estradas internas são péssimas e nos dias de chuva pioram ainda mais. Recomendo que você pegue um guia ainda na cidade.

Em São Roque de Minas tem a Central de Turismo lá você pode conversar com a Dani que sabe tudo o que está rolando e certeza vai indicar a aventura que você procura. Se estiver com fome aproveite para conhecer as delicias do Restaurante Vivá servida no fogão a lenha.

Para aqueles com pouco tempo e sem carro dou a dica do nosso primeiro dia: Cachoeira Capão do Forro e Da Mata. 

Chegamos em São Roque às 7 da manhã fomos na padaria tomar café da manhã e a decepção – acredite se quiser – o pão de queijo não era bom. Quando se está no estado de Minas Gerais pensamos que o pão de queijo vai ser bom em qualquer lugar, mas pelo menos dessa padaria te garanto que qualquer padaria em São Paulo faz um melhor. Caminho explicado, lanche na bolsa agora é hora de por o pé na estrada – literalmente.

Foram 5 km andando pela estrada com muita terra, poeira e subidas, mas em compensação as paisagens são belas e pra quem gosta de curtir a natureza uma ótima oportunidade para observar as aves. Vimos bastante pássaros como: caracará, pica-pau do campo, periquito rei, entre outros.

Na estrada ficávamos ouvindo um barulho que parecia uma risada. Procuramos muito, olhamos atrás dos matos, sobre as árvores atrás dos cumpinzeiros e nada. Mais tarde descobrimos que é o som da siriema.

5 km de estrada e chegamos numa bifurcação com uma placa gigante sinalizando as trilhas e cachoeira, viramos a direita e descemos por um caminho de pedras passando por bois e vacas até chegar a portaria, lá tivemos que pagar a taxa de R$10,00 por pessoa para poder ir até as cachoeiras. A primeira, Cachoeira Capão Forro, ficava logo em frente e contornando ela pela direita tem a Cachoeira do Lobo e diversas piscinas naturais. Depois de aproveitarmos essa pegamos uma trilha que fica antes da portaria até a Cachoeira da Mata essa sim é um espetáculo. Aqui nadamos, e aproveitamos o resto da tarde. 

No fim de tarde voltamos para São Roque a pé apesar de muito insistirem em nos dar carona. O fim de tarde é muito bonito, e compensou cada passo só para ver as paisagens lindas com o céu colorido e às vezes dramáticos.

Segue algumas informações:

Parque Nacional da Serra da Canastra: (37) 3433-1840

Central de Turismo: (37) 3433-1641

Restaurante Vivá: Av. Vicente Picardi, 446 (tem a opção de comer a vontade e a comida é servida direto no fogão a lenha ou a la carte)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s