Domingo de escalada na rocha

Posted: April 28, 2012 by Natália Almeida in Climbing, Português, Training
Tags: , , , , , ,


Fomos pra rocha a primeira vez há mais ou menos 2 meses atrás,  depois disso  tivemos a oportunidade de irmos mês passado, mas por um desencontro acabamos ficando em Sampa.

Domingo passado fomos  para Salesópolis mais uma vez desafiar a pedra.

Foi um dia de muito aprendizado, a comecar pelo clima.

Foto: Lucas do Nascimento

Encontramos o grupo na Casa de Pedra às 7h30 da manhã, nos dividimoss nos carros disponíveis e partimos. Foram 110km e 2 horas de asfalto e estradas de terra, no caminho muita chuva e garoa, nada de sol.

No carro íamos pensando que provavelmente a escalada não rolaria mas seguimos em frente até chegar na casa da galera da Kaiporah.

Todo mundo pegando as coisas e notava-se no rostos de todos a ansiedade de escalar e o receio de cancelarem a atividade.

Subimos ao pé da rocha, ouvimos uma palstra do Fabio sobre os cuidados e perigos e depois cada um pegou uma via.

O Ben foi logo na segunda mais complicada. O crux (parte mais difícil) ficava bem no comeco da via. Acredito que a pedra úmida aumentava as dificuldades, mas ele ficou lá, não desistiu. Depois de 30 minutos, um joelho ralado e as posntas dos dedos cortada ele passou o crux e depois disso virou um passeio.

Minha vez, eu comecei  por uma via não tão difícil e pra ser sincera só me deparei com uma dificuldade na quinta via, que por um acaso foi essa que o Ben comecou.  Eu fiquei também uma meia hora e nada, eu estava quase desistindo quando o Fabio e o Mineiro resolveram me ajudar.

Eles me ensinaram a subir no “batman”:

A ideia é a mesma do começo desse video, e na verdade apesar de ser considerada uma roubadinha eu gostei muito de ter aprendido. Mesmo assim não consegui mandar a via inteira, porque estava muito encharcado e em aguns trechos formaram poças que não permitiam a aderência dos pês.

Para o Ben  a via mais difícil foi a mias difícil mesmo, uma 5 grau que exigia posições de mãos e muita força das pernas para conseguir passar o crux.

Ele gastou mais uns 40 minutos para passar o crux, passando isso teve que desistir por causa da rocha encharcada e da falta de força nas pernas.

Em um determinado momento as pernas dele tremiam muito, o Fabio comçou a falar que o Ben “recebeu” o Elvis, as pernas dele tremiam tanto que até parecia a dança do rei do Rock.

Ao fim do dia cada um não mandou uma das vias e desceu para a casa com aquela vontade de voltar em breve.

Dicas

Se você quiser experimentar escalada na rocha entre em contato com o pessoal da Kaiporah e converse com eles sobre os próximos passeios. O e-mail deles é kaiporahescalada@gmail.com

Foto: Lucas do Nascimento

Foto: Tatiana Pedra

Foto: Tatiana Pedra

Foto: Tatiana Pedra

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s