Desafio – Primeiro treino

Posted: August 13, 2012 by Natália Almeida in Cycling, Português, Training
Tags: , , , , , , , ,

Estação São Miguel Paulista (Foto (c) o Bicicreteiro 2012)

Antes de mais nada desculpa o relapso das últimas semanas mas de hoje em diante o site vai estar mais vivo.

Nesse tempo algumas novidades no treino como nossa inscrição no 2º Desafio Bicicletas ao Mar, com treinos as terças e quintas saindo do parque do Ibirapuera e aos domingos com treinos de longas distâncias e que levam quase o dia todo, visando no último domingo (02/09/12) a viagem de 100 km até a cidade de Santos pela estrada de manutenção.

Domingo (05/08) participamos do nosso primeiro treino, um trajeto de mais ou menos 85km passando pelas principais ciclovias, ciclorotas e ciclofaixas de São Paulo, não vou escrever muito sobre como são 85 km porque não foram tão difíceis quanto eu imaginei, tudo bem que passamos por poucas subidas. E também o meu condicionamento físico está em dia com os treinos na CP.

O maior desafio mesmo foi acordar às 6am e sair para a Estação São Miguel Paulista, subir e descer as escadas com a bicicleta aqui no nosso prédo e nas estações. Chegando lá um grupo de mais ou menos 40 pessoas estavam a espera do André, um dos organizadores que por acaso estava no trem conosco. Saímos rumo a ciclovia, percurso de 10 minutos mais ou menos, chegando lá o André já me para e pede pra eu descer da bike, o banco estava mal regulado, ele ajusta checa e re-checa, e me acompanha até fim da ciclovia, me dá dicas sobre como trocar as marchas, como pedalar e cansar menos, posicionamento e tudo mais. Conversamos sobre esse projeto e sobre uma viagem que ele quer fazer do Acre ao Chile. Ele fala que viajar pedalando não é difícil, o segredo é cada um saber respeitar o ritmo e o limite do outro. Ainda mais numa viagem longa e extrema como a do 360.

Chegando na entrada do Parque Ecológico Tiête, esperamos todos chegarem para re-agrupar. Depois de uns 8 minutos o Ben chega, eu pensei que ele tinha entrado no parque porque eu era a última, mas conversando com ele descubro que ele havia se perdido e tinha dado uma grande volta para nos achar.

(Foto (c) o Bicicreteiro 2012)

 pra frente o grupo ficou mais junto e me dava medo andar com tanta gente junta e um tanto inexperiente, por isso optei em ficar no fundo, me senti a mais segura. O trajeto passou por todas as regiões da cidade e foi bom para eu ver que o contrário do que pensava São Paulo é muito mais plana do que montanhosa, indo da zona leste para a norte e depois para a oeste só subi nas pontes, e da oeste para a sul subimos a Hélio Pelegrino e depois a Cons. Rodrigues Alves para chegar em casa.

Em casa não estava tão cansada quanto imaginava, e o corpo sem dor, quer dizer a bunda depois de um dia no selim chega em casa dolorida, mas nada que um banho de banheira não resolvesse.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s